Menu

Contra cortes na saúde, Conselho Municipal protesta na Prefeitura de Campinas nesta quinta-feira

O Conselho Municipal de Saúde de Campinas realiza hoje, dia 24, manifestação em frente à prefeitura contra o sucateamento da rede municipal de saúde. O ato ocorre às 15h e contará com o protocolo de um abaixo-assinado com 25 mil assinaturas, exigindo maior atenção e investimentos no setor. O SINTPq faz parte do CMS, sendo representado pelo diretor José Paulo Porsani.

Além do corte de verbas, o Conselho também protesta contra a redução no horário de funcionamento em diferentes centros de saúde, fechamento da unidade de pronto atendimento do centro, falta de medicamentos, redução nos exames de sangue, falta de manutenção dos equipamentos, fechamento da unidade de acolhimento de usuários de drogas, entre outras pendencias da administração municipal.

Na manifestação de desta quinta-feira, estarão presentes, além do CMS, conselhos locais e distritais, movimentos sociais, sindicatos e outras instituições e organizações da sociedade civil. O objetivo é chamar a atenção do prefeito Jonas Donizetti para a atual situação das unidades municipais de saúde.

Em carta aberta à população, o CMS defende que a crise econômica não deve ser argumento para cortes em um setor tão fundamental quanto a saúde. “Se o prefeito precisa cortar despesas, não podemos aceitar que seja na saúde, deixando em desamparo os cidadãos quando eles mais precisam”, protesta o documento.

Sobre o CMS
O Conselho Municipal de Saúde (CMS) tem caráter permanente, com funções deliberativas, normativas, fiscalizadoras e consultivas, e tem como objetivos básicos o estabelecimento, acompanhamento, controle e avaliação da Política Municipal de Saúde, em conformidade com a Lei Orgânica do Município e Leis Federais nº 8.080 e 8.142, constituindo-se no órgão colegiado máximo, responsável pela coordenação do Sistema Único de Saúde no município de Campinas.

voltar ao topo