Menu

Cargill: Trabalhadores rejeitam proposta e definem reivindicações prioritárias

Durante assembleia realizada na manhã de ontem, dia 11, os profissionais da Cargill avaliaram as condições oferecidas pela empresa para o Acordo Coletivo de Trabalho 2017/18. Em relação aos salários, a contraproposta apresentada garantia apenas o reajuste conforme o INPC (1,83%), percentual abaixo do obtido em todas as campanhas salariais com data-base em novembro.

Após discutirem os itens da proposta, os presentes deliberaram pela recusa das condições oferecidas e definiram as prioridades para a próxima rodada de negociação, sendo elas:

  • - Reajuste de 3% para todos os salários;
  • - Reajuste do Auxílio Alimentação para o valor de R$ 180,00.

O SINTPq informou a direção da Cargill sobre o resultado da assembleia e solicitou a retomada das negociações. Uma nova assembleia será convocada assim que a direção da empresa apresentar sua resposta às reivindicações.

voltar ao topo