Logo
Imprimir esta página

Desrespeito sem limites: Governo estadual segue negando reajuste aos profissionais do IPT

Desrespeito sem limites: Governo estadual segue negando reajuste aos profissionais do IPT

Usando como argumento a Lei de Responsabilidade Fiscal, o Governo do Estado de São Paulo não autorizou o IPT a corrigir os salários e benefícios dos seus trabalhadores e trabalhadoras. Confira a resposta no documento.

O GESP não levou em consideração as alegações do IPT de que as recomposições pelo índice inflacionário seriam através de recursos próprios, sem a utilização de recursos do Estado.

O descaso demonstra-se ainda maior analisando a linha do tempo do processo. Mesmo com o cumprimento de todas as exigências impostas por orientações e circulares, o governo demorou três meses para negar tudo o que foi acordado.

O GESP usa a imagem do IPT em discursos midiáticos. Entretanto, no momento de reconhecer minimamente seus profissionais, dispensa um tratamento, no mínimo, desrespeitoso.

A direção do SINTPq convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras para os encaminhamentos da Campanha Salarial 2019/2020.

A GREVE para garantirmos nossos direitos está cada vez mais iminente. Não transfira sua responsabilidade para seu colega.

ASSEMBLEIA DIA 16 DE SETEMBRO – 8H30 – EM FRENTE AO PRÉDIO 8
FAÇA SUA PARTE – COMPAREÇA – PARTICIPE – VOTE!

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Pelo presente edital, o SINTPq – Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (Diretas e Indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região, inclusive São Paulo, convoca todos os trabalhadores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo S/A – IPT, para Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada em 16 de setembro de 2019, segunda-feira, em frente a sub-sede do SINTPq – prédio 08, às 08h30 em primeira convocação e às 09h00 em segunda convocação para deliberar sobre a seguinte pauta: 1) Relato da Reunião com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Diretoria do IPT e Sindicato sobre o Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020; 2) Discussão e deliberação de instauração de dissidio coletivo ou dissidio coletivo de greve; 3) Discussão e deliberação de Assembleia Permanente; 4) Outros Assuntos.

José Paulo Porsani - Presidente SINTPq

© 2014 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESENVOLVIDO POR - PANDORA SOL