Logo
Imprimir esta página

Funcionários do IPE recusam contraproposta e apresentam novos termos para negociação

Funcionários do IPE recusam contraproposta e apresentam novos termos para negociação

Na assembleia de sexta-feira (10), os trabalhadores do Instituto de Pesquisa Eldorado (IPE) optaram por não aceitar a contraproposta feita pela empresa. Durante a conversa, os funcionários decidiram não abrir mão do aumento real, mas reduziram o pedido de 3% para 1% sem escalonamento, visando manter o reajuste acima do IPCA.

Ainda a fim de facilitar as negociações, os funcionários decidiram reduzir o pedido de licença paternidade de vinte para dez dias. Essa redução visa conquistar alguns dias a mais do que os propostos pela CLT. A obtenção desse avanço é reivindicada, principalmente, pelas mulheres da empresa, o que demonstra a importância da presença paterna no período pós-parto.

No auxílio creche, os trabalhadores também reavaliaram o pleito, reduzindo o pedido para R$ 400,00, porém mantendo a reivindicação do benefício por cinco anos. Quanto ao horário de almoço, os funcionários aceitaram manter o intervalo de uma hora, como estipulado pela empresa.

Em relação à previdência privada, os presentes mantiveram o pedido pelo aumento de um ponto percentual por faixa na contribuição. O vale refeição também permanece com o pedido inicial de R$ 850,00.

Nova reunião será marcada com o IPE para debater as solicitações da assembleia, visando chegar a uma contraproposta aceitável para os trabalhadores e trabalhadoras.

© 2014 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESENVOLVIDO POR - PANDORA SOL