Choque de Gestão - IPT demite Funcionários

20/06/2012

 

>

 

 

 

 CHOQUE DE GESTÃO - IPT demite funcionários!

 

Ontem, 19 de junho, o IPT iniciou o processo de demissão de funcionários de forma intempestiva e sem uma justificativa adequada. Ao que se sabe prestavam bons serviços e, recentemente, como todos os empregados do IPT, passaram por processo de avaliação de desempenho e se desconhece que neste processo foi dada pelos gestores uma sinalização clara a estes empregados que seus desempenhos deixavam a desejar. A Diretoria do IPT e a CRH do Instituto devem explicações.

O que surpreende é a maneira desrespeitosa e o cinismo com que profissionais de tanto tempo de casa são (des)tratados, o clima de medo e insegurança tem sido a tônica do dia a dia do IPT, especialmente nestes últimos dias em virtude de cobranças sobre os resultados financeiros.

Horas antes das demissões ocorridas na CRH, foi perguntada a Coordenadora sobre os boatos reinantes dos últimos dias e a resposta imediata foi que se tratavam apenas de boatos que sempre acontecem quando se fala de déficit orçamentário, horas depois a CRH promoveu o desligamento de três profissionais sendo um deles do setor de segurança do trabalho que estava em gozo de férias bem as vésperas do evento que tratará do tema.

Na contra mão das demissões o IPT está promovendo a contratações para o quadro. Espera-se ao menos que sejam os concursados aprovados, pois a preocupação é que possam vir a ser mais cargos de livre provimento que estão sendo preenchidos.

 

Sindicato não foi ouvido e a diretoria do IPT demite sem dar explicações

A desinformação e a falta de lisura e transparência tem sido uma marca inaceitável da atual gestão do IPT e merece ser denunciada.

O Sindicato não é contatado como no passado para ajudar na busca de alternativas internas e o lema de que “...se não serve para mim não serve para mais ninguém dento do IPT...” é recorrente. Caso você tenha sido demitido(a) ou saiba de colegas que foram demitidos(as), informe imediatamente ao SINTPq. O nosso telefone é 11 37192993. Você pode deixar recado com a Josi. Garantimos o seu anonimato.

 

IPT demite pesquisador referência da área!

Há uma semana, foi demitido do IPT o colega Geraldo Zenid. Muito se fala sobre o que teria motivado sua demissão e as justificativas de tal atitude da Diretoria do IPT ao demitir mais um pesquisador é referência em sua área de atuação e há décadas atua com dedicação e comprometimento ao Laboratório/Centro/IPT. Neste momento, só temos uma certeza: com o tempo a verdade prevalecerá. Estamos certos que falta de comprometimento não poderá ser alegado pela Diretoria.

 

Diretoria cobra Centros por Resultados


Comenta-se que a Diretoria do IPT cobra os Centros pelos resultados por ela determinados e não pelos compromissos de resultados apresentados pelos Centros, intimidando nas cobranças por resultados.

 No entanto, em 2011 esta Diretoria não pronunciou uma única palavra sobre o fato do IPT ter fechado seu balanço anual com SUPERÁVIT de R$ 10.892.000,00 (publicado no DOE), este dinheiro poderia ser melhor utilizado nesse momento de crise inclusive podendo ser utilizado como forma de PLR (Participação nos Lucros e RESULTADOS).

Esta visão meramente de mercado consumidor desta Diretoria não tem relação direta com a missão do IPT.  A gestão da Instituição deve-se preocupar não apenas com as receitas dos trabalhos vendidos, deve também preocupar-se em investir e promover fortemente projetos voltados às Políticas Públicas, que neste momento de crise no mercado, teria sua sustentabilidade financeira garantida pela arrecadação destes projetos e inserção política nas esferas governamentais para suplementar as receitas pelos serviços vendidos.

Será este o verdadeiro motivo que leva esta Diretoria do IPT a demitir, inclusive, um Diretor de Centro Técnico?

 

Cargos de livre provimento: porque chegam no IPT ganhando mais?

O tema instiga e surgem várias perguntas que o administrador público tem a obrigação de responder:

Quantas contratações por livre provimento foram efetuadas pelo IPT? Onde estão e o que fazem cada um destes contratados? Porque são contratados com salários maiores daqueles do quadro efetivo? Essas contratações são feitas por indicação política?

Sabemos que a legislação prevê este tipo de contratação, entretanto o processo deve ser transparente assim como é feito em concursos públicos.

 

O SINTPp HOMENAGEIA E SE SOLIDARIDARIZA AOS IPTEANOS QUE ESTÃO SENDO DEMITIDOS NESTE MOMENTO E DISPONIBILIZA SEU DEPARTAMENTO JURÍDICO PARA O QUE  JULGAR NECESSÁRIO.