CPqD: assembleia discute negociações da Campanha Salarial

25/10/2010

Na última quarta-feira a assembleia dos trabalhadores do CPqD decidiu manter as negociações coletivas. O SinTPq imediatamente comunicou o resultado à empresa e propôs nova rodada de negociação e outras duas reuniões ocorreram já na sexta (22/10).

Avanços
- O índice dos recursos destinados a promoções, que havia sido elevado de 2% para 3%, SOBE para 3,5%.
- Os profissionais dos eixos T1 e T2 terão reajuste de um nível salarial (em média, 2,8%) em novembro. Segundo a empresa, a média salarial dessas carreiras está abaixo da média do mercado.

Mas, permanece a intransigência do CPqD em aceitar conceder aumento real a todos os trabalhadores.
Ao fim da segunda reunião, a empresa afirmou que não vai avançar mais na questão salarial. Dessa forma, três situações se colocam: garantir as conquistas obtidas e assinar o Acordo; não aceitar e nesse caso, ou vai à greve, ou ajuiza dissídio coletivo, esperando que a justiça trabalhista decida.

Uma assembléia está marcada para quarta-feira (27/10), às 8 horas, onde será definida que ação o Sindicato irá tomar daqui pra frente.