CPqD: Projeto Transformar e campanha salarial

06/01/2016

Estamos em plena campanha salarial e dia 19 de janeiro teremos uma reunião, na qual o CPqD apresentará sua proposta econômica para o ACT. Em meio a esse processo de negociação, o CPqD está se esforçando para envolver os funcionários no “Projeto Transformar". Isso é positivo, pois pela primeira vez os funcionários são chamados para discutir os problemas do CPqD e para buscar soluções para a instituição.

Seus principais dirigentes afirmam que a situação do Centro é crítica e se deve aos problemas de fluxo de caixa, falta de crédito bancário, atraso nos pagamentos dos clientes e problemas com as empresas em que o CPqD tem participação. Mas por que estamos nesta situação? Quais decisões e políticas adotadas levaram a instituição a esse momento tão difícil? Quem são os responsáveis? O que se pensa para o futuro? Se não respondermos estas questões, continuaremos sem rumo e atuando em função do mercado, o que não é compatível a um Centro de Pesquisa. Defendemos um debate franco e honesto sobre qual deve ser o papel do instituto para o Brasil e de que CPqD queremos.

As respostas buscadas no “Projeto Transformar” são imediatistas e não buscam discutir o CPqD a longo prazo. Neste cenário, atitudes e situações que prejudicam os funcionários começam a aparecer, como por exemplo, admitir não reajustar salários e empréstimos dos funcionários para a empresa.

O Centro deve ter transparência e não transferir suas responsabilidades. Entendemos que o “Projeto Transformar” não pode servir de subterfúgio para um processo contra os trabalhadores e não há uma discussão sobre as políticas adotadas após a privatização, debate esse que o SINTPq considera fundamental.

O Sindicato apoia o “Projeto Transformar”, mas para transformar de verdade. Não queremos maquiagem. Muito menos que os trabalhadores sejam responsabilizados e penalizados pela dita crise e pelos erros estratégicos de gestão.

O SINTPq não aceitará nada menos que a reposição da inflação, pois isso significaria redução de salários. Não é desestimulando a capacidade produtiva que sairemos dessa situação. O Sindicato não aceitará fórmulas mágicas ou enganadoras, que reduzem os direitos dos trabalhadores.

Apoiamos a transformação do CPqD em um grande centro de pesquisas em TIC e estratégico para o país. Queremos transformar o CPqD em empresa estatal, mudando seu modelo jurídico, garantindo a infraestrutura e custeio para mantê-lo como centro de pesquisa e desenvolvimento de ponta. Vamos transformar de verdade!

Filie-se ao SINTPq. Aqui você tem apoio!