Em audiência, IPT mantém postura e não apresenta nova proposta

30/07/2021



A audiência pré-processual realizada ontem, dia 29, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) seguiu o roteiro previsto pelo SINTPq. A direção do IPT não apresentou nova contraproposta e segue insistindo no congelamento salarial. Diante desse resultado, sindicato e trabalhadores se reunião na segunda-feira (2), às 8h, para debater a campanha salarial e deliberar seus próximos passos. 

Como feito durante a greve, a assembleia ocorrerá presencialmente na portaria e de forma online ao mesmo tempo: https://bit.ly/AssembIPT02l08l21

Durante a audiência, o desembargador responsável apresentou uma proposta de acordo. Nela, o IPT pagaria o INPC, de forma retroativa à data-base, em três parcelas. Além disso, as horas referentes à greve seriam 50% abonadas e 50% compensadas, sem desconto nos salários. A direção do instituto negou a possiblidade. Sobre as horas paradas na greve, o IPT não se manifestou. Dessa forma, não há posição da empresa sobre uma eventual necessidade de compensação.

Mesmo com o IPT rejeitando a proposta feita pelo desembargador, a assembleia de segunda-feira deverá deliberar sobre a mesma, pois a Justiça do Trabalho precisa receber a posição dos trabalhadores. Além disso, a assembleia definirá a retomada ou não da paralisação das atividades. Portanto, a participação massiva dos trabalhadores é fundamental para o prosseguimento da campanha salarial e do dissídio coletivo de greve.