IPT: Campanha Salarial 2015/2016 começa pra valer!

10/06/2015

A campanha salarial dos empregados do IPT começou pra valer no dia 14 de maio com a realização da primeira negociação dos representantes dos empregados com os representantes da empresa. O encontro serviu para a empresa apresentar as limitações impostas pelo Governo (Ofício CPS e Decretos) e, para o Sindicato, apresentar detalhadamente a reivindicação de mudança de modelo do serviço de alimentação oferecido aos empregados do IPT.

O Sindicato se posicionou na reunião que, devido às limitações impostas aos representantes da empresa, considera desnecessário novas reuniões de negociações e que buscará articulações nas esferas superiores (alta direção do IPT, Secretarias de Estado e Autoridades) para dialogar pelo atendimento das reivindicações.

REUNIÃO COM NOVO DIRETOR DE PESSOAS E SISTEMAS DO IPT: TÉRCIO GARCIA

No dia 29 de maio o novo diretor de Pessoas e Sistema do IPT, Tércio Garcia, recebeu os Diretores do SINTPq, Regis e Geraldo. No encontro, foi apresentada ao novo diretor a história do SINTPq desde sua fundação (1990) e chegada no IPT (1993). Desde então, uma tradição se fortaleceu ano a ano: a participação dos empregados nas campanhas salariais, desde a aprovação da pauta de reivindicações à deliberação pelo fechamento de um acordo coletivo ou instauração de dissídio.

Houve também um cuidadoso diálogo sobre as reivindicações da nossa atual Campanha Salarial, pois o Sr. Tércio assume a Diretoria estratégica para a negociação em andamento.

Metrô e CPTM

No último dia 01 de junho, os Metroviários aceitaram a proposta da empresa e fecharam acordo reajustando os salários em 8,29% (IPC-FIPE de 7,21% mais 1,08% de aumento real) mais 10% de reajuste nos benefícios.

No dia seguinte, os empregados de CPTM recusaram em assembleia a proposta de acordo, houve uma greve parcial de meio dia e a mesma foi suspensa e, um novo prazo passou a contar para que a empresa reveja a proposta.

SABESP TAMBÉM FECHA ACORDO

Nesta segunda feira, dia 8, os funcionários da SABESP aceitaram a proposta de acordo que foi melhorada pelo Tribunal, pois a empresa cedeu e acatou a proposta construída no TRT. Eis a integra do que foi negociado:

- Reajuste salarial de 8,29% (IPC-FIPE + 1% de aumento real);
- Reajuste em julho de 1% de forma linear para todos os trabalhadores na aplicação do Plano de Cargos e Salários, perfazendo um total de 9,37% de reajuste salarial;
- Reajuste de 10% sobre os benefícios de vale-refeição e vale-alimentação;
- Reajuste de 8,29% sobre os demais benefícios;
- Manutenção da cláusula da garantia de emprego a 98% do efetivo, conforme acordo coletivo anterior;
- Manutenção da Cesta de Natal;
- Garantia do PPR 2015, com reuniões bimestrais para acompanhamento e análise de metas;
- Criação de uma comissão para tratar do Plano de Saúde;
- Isonomia salarial para todos os trabalhadores da Sabesp de Diadema.

CETESB: HOJE, GREVE E AUDIÊNCIA NO TRT

Os trabalhadores da Cetesb entraram em greve a partir da zero hora de hoje (10). A decisão foi aprovada porque a proposta apresentada pela empresa na manhã de ontem (09) foi recusada, já que não atende aos anseios dos companheiros e companheiras da Companhia. A audiência do dissídio está marcada para as 14h e, amanhã, dia 11, as propostas discutidas na audiência serão levadas a categoria. Abaixo a proposta da empresa que foi recusada:

- Reajuste salarial de 7,21% com repasse para os benefícios de auxílio-creche, auxílio-excepcional e parte fixa da gratificação de férias;
- Reajuste de 10% nos benefícios de vale-refeição e vale-alimentação;
- Garantia de emprego a 96% do efetivo;
- Compromisso de criação de grupos de trabalho para discutir algumas importantes reivindicações, como a revisão do controle de frequência, entre outros.