IPT: Orientações sobre problemas com consignados do BB e outras contas

13/06/2016

Devido ao atraso no pagamento da antecipação salarial do dia 20 de maio, alguns funcionários do IPT que possuem empréstimo consignado com o Banco do Brasil afirmam que tiveram duas mensalidades descontadas neste mês. 

Perante essa situação e levando em consideração que outras obrigações deixaram de ser pagas na data, como cartão de crédito, boletos e contas, o sindicato entrou em contato com seu jurídico para verificar as medidas cabíveis. Como resposta, o SINTPq foi informado que a comprovação desse prejuízo aos funcionários poderá favorecer a ação de danos morais que está sendo movida contra o IPT, em decorrência do atraso ocorrido na antecipação salarial.

Dessa forma, o SINTPq e seu departamento jurídico solicitam que os funcionários com empréstimos consignados e/ou outros prejuízos causados por multas e juros encaminhem ao sindicato documentos que comprovem dano financeiro ou moral. Feito isso, os mesmos serão anexados ao processo e fortalecerão a tese defendida pelo sindicato, que aponta o não pagamento no prazo determinado como provocador de diversos transtornos e perdas aos trabalhadores.

Foi com perplexidade que o SINTPq constatou que o IPT não efetuou o pagamento da multa referente ao atraso do adiantamento salarial juntamente com o pagamento do quinto dia útil, descumprindo assim, mais uma cláusula do Acordo Coletivo de Trabalho. As medidas judiciais cabíveis já foram encaminhadas pelo Departamento Jurídico do sindicato.