IPT : Sem negociação, empresa retrocede diálogo na campanha salarial

10/06/2014

última semana, finalmente, o SINTPq recebeu da Diretoria Executiva do IPT uma resposta quanto a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2014/2015. No entanto, a empresa apresentou um retrocesso no diálogo construído com os trabalhadores e sindicato.

Diferente dos últimos 20 anos, o IPT não recebeu a direção do SINTPq para reuniões de negociação, limitando-se a responder, via ofício, que concorda apenas com a reposição inflacionária dos salários e benefícios. Quanto aos demais itens da pauta, o IPT disse apenas que “não concorda”, sem oferecer justificativas para negar as demandas apresentadas por seus trabalhadores.

A empresa afirmou ainda que a campanha salarial deve ser encerrada até o dia 03 de julho de 2014, caso contrário, o reajuste só poderá ser concedido após o período eleitoral.

Cabe ressaltar que o SINTPq cumpriu todos os tramites legais, protocolando a pauta de reivindicações dos trabalhadores em 20/03/2014, ou seja, mais de dois meses antes da data-base do IPT (1º de junho). Somente agora, a direção da empresa dá sua resposta e ainda solicita prazo para aprovação.

A demora e a total ausência de diálogo da direção do IPT evidenciam o desrespeito do Instituto para com o sindicato e trabalhadores na atual campanha salarial, desconstruindo assim, todo progresso nas relações de trabalho conquistado nos últimos anos.

Para deliberar sobre a contraproposta da empresa, o SINTPq convoca os trabalhadores do IPT para assembleia geral a ser realizada no dia 16 de junho - em frente subsede do sindicato (prédio 8) - às 9h em primeira chamada e não havendo quórum, às 9h30 em segunda chamada.