IPT: Trabalhadores devem informar alterações no plano de saúde ao SINTPq

25/02/2016

A forma inadequada como a mudança no plano de saúde está sendo conduzido no IPT tem gerado muitas reclamações, que chegam ao sindicato a todo instante.

Um e-mail enviado no dia 19 pelo CRH informava que os funcionários tinham até às 14h30 do mesmo dia para fazer alterações no plano, como mudança de categoria ou exclusões de dependentes. Tal prazo, na prática inexistente, é nitidamente absurdo.

A própria lista de e-mail enviada para os funcionários foi interrompida na letra L. Portanto, trabalhadores deixaram de ser avisadas pela empresa.

É óbvio que, com o aumento em 50% no custeio do plano, muitas famílias estão avaliando a possibilidade de rebaixar a categoria ou até mesmo excluir algum dos dependentes para manter o equilíbrio financeiro do lar. Por isso, é fundamental que os trabalhadores sejam devidamente informados e tenham um prazo adequado para analisar e efetuar as alterações necessárias.

Na reunião de apresentação do novo plano, realizada hoje, estas reclamações foram apresentadas pelo SINTPq. A diretoria do IPT, por sua vez, solicitou que sindicato apresente uma lista dos funcionários que querem excluir dependentes ou mudar de categoria no novo plano médico.

Caso pretenda fazer alguma alteração, envie IMEDIATAMENTE um e-mail informando o seu nome e a mudança que pretende fazer para os endereços:

regis@sintpq.org.br
beneficios@ipt.br
terciogarcia@ipt.br

SINTPq pediu o congelamento dos valores descontados no plano anterior

Para garantir uma transição sem traumas, o sindicato solicitou que o IPT mantivesse os valores descontados no plano anterior até a próxima data-base. Assim, na negociação coletiva, o percentual seria renegociado e este aumento de 50% poderia ser amenizado para o empregado. A solicitação foi negada.