No CPqD, um benefício a menos

08/04/2016

Os trabalhadores do CPqD foram informados da retirada do Posto de Atendimento Bancário (PAB) do Banco do Brasil do Pólis de Tecnologia, inclusive com a remoção do caixa eletrônico.

Apesar da infinidade de serviços que podem ser realizados hoje pelo internet banking, o PAB na empresa representava uma facilidade na resolução de problemas bancários, sem a necessidade de deslocamentos fora do Pólis. Situação essa que, agora, será inevitável, penalizando os empregados do CPqD e clientes do banco.

Em momentos de crise e dificuldades, são os pequenos gestos que evidenciam a disposição dos dirigentes da empresa em propiciar um ambiente de trabalho melhor e, consequentemente, mais produtivo.

Recentemente, no CTI Renato Archer, o BB tentou implantar a mesma medida. A diferença é que lá a direção do Centro se posicionou contra a saída do banco, inclusive, informando sua contrariedade ao Banco Central. O resultado: os trabalhadores continuam contando com os serviços bancários na empresa.

Campanha Salarial

O SINTPq atualmente aguarda convocação da primeira audiência de conciliação entre as partes referente ao dissídio coletivo da campanha salarial 2015/2016 aprovado em assembleia pelos trabalhadores.

Os interessados podem acompanhar o processo neste link informando o número do processo (0005425-10.2016.5.15.0000).