SIDIA: Com avanços, trabalhadores encerram Campanha Salarial 2015/2016

14/08/2015

Os funcionários do SIDIA aceitaram a proposta de acordo negociada pelos representantes dos empregados com a empresa e encerraram a Campanha Salarial 2015/2016. A decisão foi votada em assembleia realizada nesta quinta-feira, dia 13.

O novo acordo garantiu aos funcionários reajustes salariais escalonados acima da inflação e que variam entre 7% e 9,5%. O Vale Refeição também foi reajustado, passando de R$ 25,00 para R$ 28,00 por dia, o que equivale a um aumento de 12%. Uma correção de 11% também foi estabelecida para o Vale Alimentação, que passou a ter um valor de R$ 222,00 ao mês.

O Auxílio Creche passou de R$ 300,00 para R$ 385,00, estabelecendo assim uma correção de 28%. As horas extras serão pagas com 50% (cinqüenta por cento) em dias úteis e 100% (cem por cento) aos domingos e feriados em geral. Outra conquista obtida foi o pagamento das horas de descolocamento como horas extra, vale esclarecer que, os empregados da SIDIA, estão em constantes viagens internacionais. Os trabalhadores terão direito a receber por essas horas considerando trechos ida/volta na forma da listagem abaixo:

Dentro do território nacional: pagamento de 4 horas a 50%;

América Latina: pagamento de 5 horas a 50%;

América do Norte: pagamento de 10 horas a 50%;

Europa: pagamento de 15 horas a 50%; e

Ásia: pagamento de 20 horas a 50%.

O auxílio lavanderia também sofreu alteração: de US$25,00 para cada 7 dias em viagens internacionais, para US$30,00 a cada 3 dias. Nas viagens nacionais, o novo valor é de R$70,00 a cada 3 dias.

Por último , mas não menos importante, a redução da jornada semanal de 42 horas para 40 horas, colocando os empregados da SIDIA SP, no mesmo patamar que, praticamente, todos trabalhadores tem na base do SINTPq e no estado de São Paulo.

O SINTPq considera os tópicos obtidos nesta Campanha Salarial extremamente positivos, uma vez que contemplam bandeiras historicamente buscadas pelo sindicato, como o reajuste de benefícios acima dos índices inflacionários e a remuneração das horas de deslocamento como extras e a redução da jornada para 40 horas semanais.