Sindicato cobra prêmio corporativo do CPqD

12/04/2011

Como já estamos em abril e não houve nenhum pronunciamento e nem comprometimento sobre o Prêmio Corporativo 2010 por parte do CPqD, o SinTPq resolveu tomar a iniciativa e se reuniu  com a diretoria da empresa no começo da semana. A preocupação dos Sindicato é que aconteça igual ao ano passado, em que o benefício de 2009 foi pago no segundo semestre. 

 

Além da demora, ainda ficou aberta a questão dos colaboradores que foram desligados. Em 2008, o SinTPq levou o caso à justiça, que deu ganho em primeira instância à favor dos trabalhadores. Desta vez, a empresa aceitou conversar sobre a situação referente aos prêmios 2009 e 2010. 

 

Para garantir segurança e transparência, o SinTPq coloca anualmente nas pautas de reivindicação que o prêmio seja pago no mês de abril seguinte ao ano de referência, mas o CPqD não aceita e se nega a estabelecer parâmetros para o pagamento.

 

Também queremos que o CPqD defina claramente quem deve receber o benefício e de que forma. Assim, atrasos não voltarão a acontecer como o do prêmio de 2008, em que o presidente Dr° Hélio Graciosa prometeu pagar em maio de 2009, e só recebemos em março de 2010. 

 

Em 2008

Cerca de 150 funcionários ficaram sem receber o prêmio de 2008 por terem sido desligados da empresa. O SinTPq abriu um processo para garantir o direito dos trabalhadores e ganhou em 1ª instância.

 

Nos dedicamos e conquistamos resultados e cadê o nosso prêmio? Enquanto esperamos por ele, a empresa vai usando nosso dinheiro que tem seu poder de compra desvalorizado dia a dia. 

Sem falar que a falta de regras claras impacta diretamente em nosso bolso. Antes do CPqD se tornar uma fundação, o benefício representava aproximadamente um salário, em 2008 ele caiu para cerca de 20% do mesmo valor. O que aconteceu? O CPqD deixou de bater metas e crescer ou o prêmio mudou? Vamos buscar nosso direito e descobrir o que aconteceu.