Trabalhadores da Oxitec aprovam proposta da empresa e encerram campanha salarial

06/03/2017

Em assembleia realizada na sexta-feira, dia 3, os profissionais da Oxitec aprovaram a contraproposta da empresa para a campanha salarial 2017. A decisão foi votada pelos funcionários e contou com 38 votos favoráveis à aprovação, 8 contrários e uma abstenção.

O novo acordo estabelece recomposição salarial conforme o IPCA (6,29%) para todos os trabalhadores, 180 dias de licença maternidade, banco de horas de carga horária zerada a cada 3 meses e reajuste do piso salarial da empresa para R$ 1.600,00.

Além das correções nas cláusulas já existentes, a negociação deste ano obteve um novo benefício para os trabalhadores, que passarão a receber Auxílio Alimentação no valor de R$ 100,00 mensais. Esse novo benefício e o reajuste salarial serão pagos de forma retroativa a 1º de janeiro.

No que se refere à verificação de insalubridade na empresa, a direção da Oxitec se comprometeu a pagar o acréscimo aos trabalhadores de todas as áreas que seu engenheiro de segurança classificar como insalubres.

Outro ponto abordado na assembleia foi o desejo da empresa em implantar uma jornada 12x36, tal mudança poderá ser imposta somente a futuros profissionais contratados. Os atuais trabalhadores da Oxitec só poderão ser alocados nessa jornada caso solicitem essa alteração de forma voluntária.

Nos próximos dias, o novo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) será assinado pelas partes e registrado no Ministério do Trabalho e Previdência Social. Após isso, o documento ficará disponível para consulta no site do SINTPq.