Trabalhadores do CPqD aprovam pauta de reivindicação

26/08/2011

Durante assembleia na última quarta, dia 24, os trabalhadores do CPqD reunidos na portaria da empresa aprovaram a pauta de reivindicação da Campanha Salarial 2011/2012. Para facilitar a participação dos trabalhadores, o SinTPq recebeu durante todo o mês sugestões para a pauta o que facilitou as decisões durante o encontro, pois os assuntos já eram de conhecimento público.

Uma das solicitações é a de compensação de dias pontes. “O argumento para negar o pedido dos trabalhadores sempre foi de que a Polis é um conjunto de empresas e por isso não era possível a logística para repor as horas. Ano passado foi provado o contrário. Durante a Copa do Mundo a direção conseguiu administrar a reposição de folgas para assistirmos aos jogos. Se podem fazer isso na Copa, podem fazer em outras datas para termos mais lazer”, comenta Adelino Cabral, tesoureiro do Sindicato.

Outro ponto levantado é a de que a empresa continua negando seu auditório para as assembleias dos trabalhadores. “ Na maioria das empresas da base, o Sindicato pode se reunir com os trabalhadores nos auditórios, com conforto, e durante o horário de trabalho. Aqui no CPqD, temos que fazer fora do horário de trabalho, sob o tempo e de pé, o que dificulta muito as conversas. Esse tipo de prática é uma tentativa de desencorajar as pessoas a participarem da atividade”, explica Paulo Porsani, presidente do SinTPq.

Um e-mail que chegou dos trabalhadores, mas não entrou na pauta, é a participação dos cargos de confiança nas assembleias. Segundo o e-mail, as pessoas em cargos de confiança da direção do CPqD participam das assembleias para defender os interesses da empresa e não dos funcionários. Por isso o SinTPq colocou no ar a enquete “Você concorda que funcionários com cargo de confiança da direção das empresas participem das decisões da campanha salarial?”, entre no site e participe.

 

Veja a pauta aprovada: