Trabalhadores do Eldorado aprovam ACT 2010/2011

23/03/2011

>

Na tarde do dia 18, os trabalhadores do Instituto Eldorado decidiram em assembleia aprovar a proposta de reajuste salarial para 2010/2011 feita pela empresa. Estavam presentes 71 profissionais e 48 votaram a favor. Caso a proposta fosse negada, o SinTPq encaminharia a questão para a intervenção da Justiça.

 

O acordo coletivo de trabalho (ACT) é retroativo a novembro de 2010, data-base para o Instituto Eldorado. Os reajustes foram escalonados de acordo com a faixa salarial.  A maior correção será igual à inflação medida pelo ICV-Dieese (Índice de Custo de Vida do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos). 


Denúncia

Na primeira assembleia realizada pelo Sindicato em dezembro os trabalhadores disseram não à proposta da empresa e à lógica de escalonamento dos salários. 


A segunda reunião, marcada para janeiro, foi adiada devido à denúncia de demissão de funcionários por terem participado da assembleia anterior. Para garantir a liberdade de participação, o sindicato averiguou a situação e encaminhou denúncia ao Ministério do Trabalho.

 

Após esse passo, a direção do Eldorado entrou em contato com o Sindicato e informou que o ocorrido não era posição da empresa e, se havia acontecido, foi por parte de alguns gerentes. Além disso, a empresa se comprometeu a enviar um comunicado para todos os funcionários informando que todos tinham liberdade para participar da ação sindical sem risco de represálias.


Com esse compromisso da empresa, o Sindicato optou por realizar a assembleia mesmo sem o retorno do Ministério do Trabalho. 

 

Confira os reajustes:

  • Salários até R$ 6.034,46 - reajuste de 5,85%;
  • Salários de R$ 6.034,46 até R$ 7.938,75 - reajuste de 4,97%, mais adicional de R$ 52,94;
  • Salários acima de R$7.938,75 - reajuste de 2,93%, mais adicional de R$ 215,49.
  • Sobre os benefícios de alimentação, o funcionário receberá um acrescimento de R$ 20,00 no auxílio alimentação ou no auxílio refeição, opção a ser feita pelo trabalhador.


Vitória

A participação dos trabalhadores do Instituto Eldorado foi a maior de todas as campanhas e foi a primeira vez que uma proposta da empresa foi negada em assembleia. Essa decisão é uma vitória da comunidade que compreendeu que a participação é necessária para garantir o direito dos trabalhadores.