Campanha salarial: CPqD tem semana de definições

07/12/2016

A audiência na Justiça do Trabalho que definirá a continuidade da ação de dissídio coletivo foi confirmada hoje com publicação em Diário Oficial. Dessa forma, a próxima semana será decisiva para os profissionais do CPqD.

Na segunda-feira (12), às 15h, Sindicato e empresa se reúnem em mesa redonda no Ministério do Trabalho e Previdência Social. Hoje, o SINTPq foi convocado para uma “Mediação Pré Processual”, solicitada pelo CPqD e marcada para terça-feira (13), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas. Já na quarta-feira (14), a manutenção do dissídio será julgada também no TRT, a partir das 13h.

O Sindicato deverá propiciar transporte para aqueles que quiserem acompanhar a audiência de quarta-feira. Se deseja comparecer ao julgamento, entre em contato através do e-mail comunicacao@sintpq.org.br.

Expectativas para um desfecho positivo

Em assembleia no dia 28 de novembro, os trabalhadores deliberaram que, caso a empresa ofereça para esta campanha salarial a recomposição inflacionária de 7,87% nos salários e benefícios e inclua a compensação dos dias pontes, o SINTPq estará autorizado a assinar o Acordo Coletivo de Trabalho, sem a necessidade de nova assembleia. Dessa forma, o Sindicato espera que a direção do CPqD busque atender as reivindicações dos funcionários e torne possível a chegada a um acordo.

No que se refere ao dissídio coletivo da campanha salarial 2015/2016, os trabalhadores decidiram novamente durante a última assembleia pela não vinculação do mesmo à atual campanha. Os profissionais são favoráveis a um acordo sobre a ação de dissídio, mas para isso reivindicam que a mesma seja discuta separadamente através de uma comissão composta pelo Sindicato e por funcionários, que buscaria junto à empresa as melhores alternativas para o pagamento dos índices devidos.

O Sindicato mantém expectativas positivas e espera que a empresa não apresente novamente contrapropostas vinculadas, respeitando assim a decisão de seus profissionais. A direção do CPqD terá a oportunidade de reverter o desgaste e desmotivação que tomou conta de seu ambiente de trabalho. Para isso, basta demonstrar o devido respeito e sensibilidade para com os funcionários.

A direção do SINTPq reitera que, havendo contraproposta, uma nova assembleia será convocada o mais rápido possível.