Em clima de indignação, trabalhadores do IPT encerram Campanha Salarial

01/11/2017

Mais de 120 funcionários e funcionárias se reuniram hoje, dia 1º, no IPT para deliberar os encaminhamentos da Campanha Salarial 2017/18.

Mesmo com perdas no poder aquisitivo, por conta do aumento expressivo no plano de saúde, os funcionários aprovaram a proposta da empresa para recomposição inflacionária nos salários e benefícios. Infelizmente, os IPTeanos e IPTeanas encerram a Campanha Salarial com um sentimento de derrota, devido a insensibilidade do GESP e o pouco empenho da diretoria do IPT para minimizar os prejuízos impostos.

O acordo aprovado estabelece o reajuste nos salários e benefícios segundo o IPC-FIPE do período, correspondente a 3,08%. Com a recusa por parte da empresa da grande maioria das reivindicações, a Campanha Salarial deste ano chega ao fim sem avanços.

A direção do IPT deve refletir sobre as consequências dessa postura no nível de motivação de seus profissionais. Sem respeito e reconhecimento para com os funcionários, o Instituto se tornará um ambiente desmotivado e decadente.