Funcionários do CPqD paralisam atividades por reajuste salarial

11/11/2016

Cerca de 250 trabalhadores do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) realizaram hoje, dia 11, uma paralisação na portaria da empresa. A mobilização ocorreu entre 8h e 9h30 e teve como objetivo pressionar a direção do Centro a garantir a recomposição inflacionária nos salários e benefícios.

Durante o movimento, a diretoria do SINTPq realizou uma nova reunião de negociação com representantes da empresa. A direção do CPqD não apresentou novas, mas informou que sua próxima proposta tratará apenas da campanha salarial deste ano, sem vincular a questão do dissídio coletivo de 2015. Além disso, os representantes do Centro afirmaram que pretendem retomar as negociações somente após o dia 21 de novembro.

O diretor do SINTPq, José Paulo Porsani, manifestou indignação em sua fala aos trabalhadores paralisados: “A empresa marcou uma reunião só para dizer que não possui proposta e ainda quer nos responder somente no final do mês. A direção do CPqD afirma que, assim como nós, tem pressa em resolver essa questão, mas em mesa de negociação age dessa forma”.

Nova paralisação na quarta-feira!

Em protesto à postura adotada pela empresa, os trabalhadores decidiram pela realização de uma nova paralisação na próxima quarta-feira, dia 16, entre 8h e 9h. A mobilização ocorre no mesmo local e exigirá mais respeito e agilidade por parte da empresa na condução das negociações.

Durante a paralisação, o SINTPq oferecerá um café da manhã aos funcionários e garantirá todo o apoio necessário.

Os trabalhadores já deixaram claro que têm pressa e querem um desfecho rápido e satisfatório para a campanha salarial deste ano. O objetivo do SINTPq é chegar a um acordo ainda no mês de novembro. Já são dois anos sem reajustes e os profissionais do CPqD não aceitarão mais espera.

A mobilização e engajamento demonstrados hoje pelos trabalhadores foram históricas e mandaram um recado claro para a diretoria do Centro: mais arrocho salarial e procrastinação nas negociações não serão tolerados!

Participe da mobilização de quarta-feira e fortaleça a luta por melhores condições de trabalho e em defesa do futuro do CPqD.