IPT: Data base já passou e até agora nenhuma novidade

17/06/2015

Dezessete dias após a data base, os funcionários do IPT continuam esperando por uma resposta para as reivindicações protocoladas em março. Na última semana, após o Governo do Estado fechar todos os acordos com ganhos aos trabalhadores, espera-se para data base de 1º de junho, o mesmo tratamento.

METRÔ, CPTM, SABESP E CETESB: 8,29% NO SALÁRIO + 10% NOS BENEFÍCIOS

Todos os acordos coletivos das empresas públicas paulista (METRÔ, CPTM, SABESP e CETESB) com data base em maio de 2015 fecharam acordo no mesmo patamar. O índice que reajusta os salários proposto pelo Governo Alckmin foi fixado em 8,29% que inclui o IPC-FIPE de 7,21 mais 1% de aumento real. Os benefícios, vale-alimentação e vale-refeição foram reajustados em 10%.

No dia 11 de junho, quinta-feira, no seu segundo dia de greve, os empregados da CETESB aprovaram a mesma proposta oferecida as outras empresas do Governo. A empresa ofereceu reajustar os salários em 8,29% e, os benefícios vale-refeição (R$663,12) e vale-alimentação (R$222,64) em 10%. Durante a assembleia, foi declarado pelo Rene Vicente, Presidente do SINTAEMA (Sindicato que representa os empregados da SABESP e CETESB e outras empresas) que o Tribunal deixou claro a CETESB que não aceitaria tratamento diferenciado para empresas do Governo do Estado.

IPT: EMPREGADOS QUEREM O MESMO TRATAMENTO

Durante a semana passada foi realizada a eleição para nova diretoria do SINTPq, devolvida a contribuição sindical aos sócios do sindicato (se você não recebeu, venha ao SINTPq – Prédio retirar seu cheque) e distribuído os adesivos da CAMPANHA SALARIAL 2015.

As conversas entre os trabalhadores foram sempre as mesmas: todos esperam receber o mesmo tratamento que foi dado pelo Governador Alckmin a data-base de Maio e fechar assim um acordo coletivo que traga tranquilidade ao clima interno do Instituto.