IPT entra em greve nesta terça-feira; Instituição é vinculada ao Governo do Estado

08/09/2015

Os trabalhadores do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) entraram em greve na manhã desta terça-feira, 8. Os empregados pedem que o Governo do Estado dê ao IPT os mesmos reajustes praticados nas demais empresas dependentes do tesouro estadual. 

Neste ano, os funcionários do METRO, CETESB, CPTM e SABESP tiveram seus salários reajustados pelo indíce da inflação, mais 1% de aumento real. 

Ainda hoje, o SINTPq (Sindicato dos Trabalhadores em Pesquisa, Ciência e Tecnologia) se reúne com representantes da empresa em audiência de conciliação na Delegacia Regional do Trabalho – Lapa. O sindicato pede a reposição da inflação (IPC-FIPE 7,61%) e aumento real de 1%.

Uma instituição centenária, o IPT tem cerca de 800 funcionários e atua nas áreas de inovação, pesquisa e desenvolvimento; serviços tecnológicos; desenvolvimento e apoio metrológico; informação e educação em tecnologia.