CPqD recua na sua intenção de trocar de operadora de plano de saúde

03/01/2011

No último dia 09/12, o Sindicato foi informado pelo gerente de RH que o CPqD não iria mais mudar seu plano de saúde. Segundo ele, a UNIMED teria  resolvido um impasse em relação aos agregados.
O fato é que a mobilização do Sindicato e a grande insatisfação dos funcionários pressionaram a direção do CPqD a rever a postura de ser contra uma vontade dos funcionários. Apenas alguns diretores eram favoráveis a mudança.
Na assembleia realizada no dia 30/11, dos 270 trabalhadores presentes, somente dois disseram sim à mudança do plano de saúde, mostrando um total descompasso entre o que quer a diretoria e que quer os funcionários do CPqD.  
Outro fator que indignou muitos trabalhadores é que em duas diretorias (DSB e DLIR) muitos trabalhadores foram intimidados em não comparecer a assembleia, sendo ameaçados, inclusive, com o desconto das horas.
Vale lembrar que no final de outubro estes mesmos diretores incentivaram os trabalhadores a votar a favor da proposta da empresa, e eles mesmos vieram votar. Ninguém precisa de lideres assim, atitudes desse tipo só faz com que essas pessoas deixam de ser respeitados, já que adotam dois pesos e duas medidas para a mesma situação.