CPqD: SINTPq esclarece dúvidas sobre conta-salário

30/01/2014

undação CPqD anunciou no início deste ano mudanças no crédito de salários de seus funcionários que, a partir de março, passam a receber pelo Banco Santander. A medida aconteceu sem nenhum diálogo com o SINTPq e entendemos que toda mudança na vida do trabalhador  deve prescindir  da participação do sindicato para que não ocorram dúvidas  e reclamações dos funcionários, como vem acontecendo.

A fim de sanar questionamentos, o SINTPq destaca alguns pontos que devem ser tratados com atenção pelo trabalhador neste momento. De acordo com informações do Banco Central do Brasil, a conta-salário é aberta por iniciativa do empregador e não do funcionário.

O trabalhador pode ainda informar ao banco detentor da conta-salário uma nova conta (em outro banco ou no mesmo) para transferência dos recursos, procedimento conhecido como portabilidade. Para fazer a portabilidade, o funcionário deve informar à instituição financeira por escrito os dados da conta a ser creditada e apresentar CNH ou CPF, RG e comprovante de residência. A transferência entre as contas é isenta de taxas e a operação deve ser realizada no mesmo dia do crédito.

O SINTPq reuniu-se hoje (30) com o gerente do Banco Santander e com o Departamento de Recursos Humanos para apresentar sua preocupação com possíveis constrangimentos aos trabalhadores, como, por exemplo, situações de insistência para abertura de conta corrente e oferecimento de serviços adicionais. O sindicato solicitou ainda que a portabilidade deva ser feita com facilidade pelo trabalhador.

É importante ressaltar ainda que a conta-salário não admite outro tipo de depósito além dos créditos da entidade pagadora, neste caso, o CPqD, e que não é movimentável por cheques.

O SINTPq continua à disposição dos trabalhadores para eventuais dúvidas e espera do CPqD mais facilidade e clareza na transmissão de informações sobre o crédito de salários.