IPT: Assembleia da campanha salarial nesta terça-feira, dia 16

12/08/2016

O SINTPq convoca as trabalhadoras e os trabalhadores do IPT para na próxima terça-feira, dia 16, a partir das 9h, comparecem à assembleia da campanha salarial 2016/2017 do IPT.

Mais uma vez, a direção da empresa coloca para seus funcionários o ônus dos problemas financeiros da instituição, mantendo assim sua contraproposta de recomposição salarial em duas parcelas de 4,99% (junho e dezembro).

Abrimos mão de 10% dos nossos salários recentemente com a adesão ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE), dialogando com as necessidades atuais, com a missão e direção do IPT. Agora, na campanha salarial, não temos o mesmo tratamento dos representantes do Instituto.

A reposição total dos salários apenas em dezembro significa perdas para as ipteanas e ipteanos nos próximos meses. Com esse tratamento continua a precarização da ciência e tecnologia pelo governo Geraldo Alckmin!

A presença de todos na assembleia é fundamental para deliberarmos sobre os próximos passos da campanha salarial, após tanto esforço coletivo dos empregados do Instituto.

Compareça! Venha discutir nossa atuação nesta campanha salarial, com relações de trabalho mais justas e que fortaleçam a mobilização dos empregados do IPT.

Confira: íntegra da contraproposta do IPT e pauta de reivindicações 2016/2017


EDITAL DE CONVOCAÇÃO


A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (Diretas e Indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região, inclusive São Paulo – SINTPq, convoca todos os empregados do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S/A – IPT, para Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada em 16 de agosto de 2016, terça feira, no campus da empresa, em frente a subsede do SINTPq – prédio 08, as 09h00 em primeira chamada e as 09h30 em segunda chamada, para deliberar sobre a seguinte pauta:

1) Apresentação, avaliação e deliberação da resposta da empresa à proposta dos empregados para assinatura de acordo coletivo da campanha salarial 2016/2017;

2) Discussão e deliberação de instauração de dissídio coletivo ou dissídio coletivo de greve;

3) Manutenção de assembleia permanente;

4) Outros assuntos.

Regis Norberto Carvalho
Presidente - SINTPq