Trabalhadores do IPT aprovam em assembleia reajuste de 8%

20/06/2011

trabalhadores presentes na assembleia realizada pelo SinTPq da última sexta-feira, dia 17, aprovaram a contraproposta do IPT para a campanha salarial 2011 com alteração no reajuste salarial. O Instituto ofereceu apenas a reposição com base no IPC-FIPE (Índices de Preços ao Consumidor) e os funcionários não aceitam menos que 8%, mesmo valor pago pelo GESP (Governo do Estado de São Paulo) para outras instituições similares ao IPT.

Apesar de verem sua pauta atendida apenas parcialmente pela direção da empresa, os trabalhadores sinalizaram pela concordância do documento, com exceção do índice de reajuste salarial. Os profissionais deixaram claro que não aceitarão mais nenhum rebaixamento, devido a negociação que a direção do IPT ainda terá com o Governo do Estado o acordo coletivo de trabalho.

Esperamos que a direção do IPT não seja desautorizada pelo Governo do estado pois sua proposta em mesa de negociação, segundo os próprios negociadores, é suportada pela instituição. Caso volte uma proposta diferente da que foi aprovada, os trabalhadores serão convocados para uma nova assembléia e duas possibilidades estarão em avaliação: a possibilidade de greve, ou entrar com o dissídio coletivo (ação junto á Justiça do Trabalho).

Em resposta a um e-mail da direção do IPT que pediu ‘celeridade’ ao Sindicato, foram esclarecidas as datas e o processo da campanha salarial 2011:  A pauta de reivindicações foi entregue em 31 de em março, a empresa só oficializou uma contraproposta no dia 08 de junho. Se não fosse a falta de celeridade da empresa, poderíamos discutir neste momento uma proposta já fechada com o Governo do Estado.

Esta morosidade nas negociações é histórica e acontece em todos os anos! Em 2010, por exemplo, foi lembrado que a direção do IPT não teve competência para convencer o GESP sobre o reajuste de 15% na cesta básica.

 

Proposta de reajuste

O IPT ofereceu o índice IPC-FIPE para reajuste salarial (6,49%), mas os funcionários querem 8%.  Foi aprovado pelos trabalhadores presentes que o Governo deve considerar para o IPT o mesmo aumento dado ao Metrô, a SABESP e a CPTM, que também estão em campanha salarial.

 

Outros assuntos

Ainda durante a assembléia, o SinTPq esclareceu que já devolveu os 60% do imposto sindical para os associados (faltam apenas 15 trabalhadores receber sua devolução), foi apresentado a nova assessoria jurídica, com a presença do advogado Francisco, do escritório Cremasco e foi dado início na Campanha de Filiação no IPT. Até final de junho, o sindicalizado que indicar uma nova sindicalização, receberá a isenção de três mensalidades.

[imagefield_assist|fid=570|preset=fullsize|title=2 Assembleia IPT 17 06 11|desc=2 Assembleia IPT 17 06 11|link=none|align=left|width=276|height=207]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais sobre a campanha de sindicalização:

Campanha de sindicalização isentará de três mensalidades

SinTPq vai às empresas para campanha de filiação

 

Fotos: Mauro Martins Ferreira